sexta-feira, 11 de maio de 2012

Bernardo Sassetti (1970-2012)


Por muito, muito tempo... sempre que vir algum medíocre convencido (e há tantos!), assassinando músicas enquanto martiriza um piano, não poderei deixar de pensar em quão estúpida foi esta morte do Bernardo Sasseti. Grande pianista, excelente compositor, e até onde me foi dado saber, um belo ser humano.
Um abraço solidário à família e amigos pessoais.







11 comentários:

São disse...

Solidarizo-me messe abraço, lamentando que tenha acontecido assim.

Anónimo disse...

uma perda Enorme, para a nossa Cultura, que (cada vez mais) anda a ser tão mal tratada!
imenso abraço de pesar, a todos os familiares.

vovómaria

Luis Ferreira disse...

Lamento a perda de um homem que se via gostar de transmitir o prazer da musica. Não conhecendo pessoalmente, fiquei com uma boa impressão de todas as vezes que o ouvia sentado ao piano.
Custa a acreditar...

Rogério Pereira disse...

Músico e Homem, perdem-se dois enormes, numa só morte.

Que má sorte...

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

Uma pessoa simplesmente fantástica pelo muito que sabia pugnando (quase anónimamente) por tal, e a forma simples como abertamente... ensinava os outros.
Lembram-se daquele maravilhoso fim de telejornal na RTP1 em que o Bernardo mais o Carlos Carmo, nos deliciaram com parte do trabalho que fizeram em conjunto?.
Portugal, está mais pobre...

trepadeira disse...

Só tive oportunidade de o ouvir,ao vivo,uma única vez.Foi um encanto.

Um abraço,
mário

Graciete Rietsch disse...

Tive o privilégio de o ouvir no primeiro concerto a 3 pianos, na Festa do Avante. Voltei a ouvi-lo na Casa da Música, no Porto.
Não o conhecia pessoalmente,mas pelo que sei dele, perdeu-se um homem e um músico imortais.

Um beijo triste.

Olinda disse...

É sempre com muita tristeza que assistimos ao desaparecimento de alguém que nos ajuda a viver.Bernardo Sasseti era uma referencia da cultura musical do nosso país.Pesar também,pela partida injusta de um jovem.

Jorge Manuel Gomes disse...

Viva Camarada Samuel,

Quando soube da notícia, pela Antena1, até fiquei sem palavras.

Por altura do aniversário do meu pai, em Janeiro, ofereci-lhe o CD/DVD "Carlos do Carmo & Bernardo Sassetti". Uma obra estraordinária!
Desse mesmo álbum realço o 'Cantigas do Maio'. Comovente!

Foi mesmo uma morte estúpida!

Um abraço,

Jorge

daciano seixas disse...

buscaste na linguagem do jazz
caminhos de integridade
deixaste-nos um legado:
sejam dignos da vossa sensibilidade

GR disse...

Sabemos que um Músico nunca morre.
BS deixa-nos um grande e riquíssimo legado.
Mas esta trágica notícia deixou-nos uma profunda tristeza e um grande vazio.

BJS,

GR