terça-feira, 8 de maio de 2012

François Hollande – Violento, ou intenso?


Imagino que Hollande esteja consumido pela esgotante indecisão de saber qual dos dois cromos colocar na parede. Se o apoio “violento” de António José Seguro... ou se a felicitação “intensa” de Passos Coelho.

12 comentários:

Maria disse...

Muito gostam estes gajos de adjectivar...

Abreijos.

Rogério Pereira disse...

Cromos!

anamar disse...

Hollande já não tem saliva para eles.
Abracito

Luís Coelho disse...

Parece-me que Hollande se estará "cagando" para ambas as opiniões....

O Puma disse...

Hollande - mais um Obama?

Antuã disse...

Este coelho está pouco seguro.

trepadeira disse...

Ou a hipocrisia de ambos.

Um abraço,
mário

Pintassilgo disse...

Com o Mário soares a dizer ao PS para romper com a troika cheira-me a mouro na costa.

Medronheiro disse...

Um dia será dia.

Graciete Rietsch disse...

Pode pôr os dois, juntamente com ele pois são todos farinha do mesmo saco.

Um beijo.

Luis Filipe Gomes disse...

O Françuá, flãzinho para os íntimos de partido, reconhecerá em ambos os dois juntos e em conjunto as qualidades gelatinosas que os amigos lhe reconhecem.
Assim como assim é tudo geleia ao serviço do grande capital neo-liberal.
Aplica-se aqui a estes três o que Mário de Carvalho escreveu sobre boa parte da nossa comunicação social:
"Qualquer desvio táctico é calculado como a deriva dos navios ancorados no fundo."

Justine disse...

Entre um e outro venha o diabo e escolha!
braço (e saudades de vocês...)