terça-feira, 1 de maio de 2012

Subsídios de férias e natal


Pois... roubo! Não devo dizer, porquê? É muito “pesado” para classificar a política destes canalhas quanto aos subsídios de férias e de natal, que regressarão lá para 2018... na melhor das hipóteses?
Ah... e “canalhas” também é demasiado agreste para classificar os ladrões que nos querem impor esta refinada canalhice?
Pronto... então chamo-lhes exactamente o quê?!

10 comentários:

Maria disse...

CANALHAS!
E é um ROUBO, Sim!!!!!!!!
Mal de nós se estes ladrões ainda estiverem no poder em 2018...

Abreijos.

Anónimo disse...

Ladrões, pulhas, aldabrões, canalhas, mentirosos e muito mais que lhes chamo! Os "marqueses" e "malteses" julgam que vão durar para sempre?!
Vicky

salvoconduto disse...

Tivesse eu arte para roubar a coisa pública e haveria de recuperar o meu, legítima defesa, diria alto e em bem som ao traste que me quisesse prender ou julgar.

Abraço.

Provoca-me disse...

Fascistas! Nazis!

Antuã disse...

São ladrões miseráveis mas a maioria dos roubados pensa que tem que ser assim.

Graciete Rietsch disse...

Roubo é uma palavra muito branda. É extotsão.

Um beijo.

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

É um verdadeiro "assalto ao bolso" diário, tudo aquilo que se passa em Portugal actualmente em termos de matéria económica.Ontem ouvi via rádio o "sonolento" das finanças, quiçá o chefe mor do bando.

José Rodrigues disse...

Lá na minha terra quando era pequeno, chamavam, "filho dum corno" aos canalhas.Agora é mais fino... são filhos do "empreendedorismo"!


Abraço

Augusto disse...

Esse antuã, nome dum rio, não é flor que se cheire.

trepadeira disse...

Filho d'um cabrão é pouco.

O resto não quero escrever.

Um abraço,
mário