sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Durão Barroso – Sem data...


Durão Barroso, o oportunista que abandonou o cargo para que tinha sido eleito em Portugal, para "caçar" um tacho mais vistoso na Europa, joga na possibilidade de que os portugueses continuem suficientemente amnésicos para acharem que ele tem perfil, ou sequer, carácter, para ser Presidente da República.
Alguns portugueses, no entanto, não esquecem. Não esquecem também o seu papel na "cimeira da guerra", em que se abriu a porta ao assassinato de milhares de iraquianos, crianças, mulheres e homens inocentes, sob o pretexto de eles possuírem umas armas “imaginárias”, posse de que ele "vira" as provas, mentira e crime em que foi acompanhado pela União Europeia.
Quando vi na imprensa os sorrisos alarves de Durão, da nulidade Herman van Rompuy e de um outro que nem sei quem é, recebendo o Nobel da Paz... lembrei-me desta imagem que aí tinha, imagem com uma marca de sapato que, iria jurar, foi deixada pela pata de José Manuel Durão Barroso.
Só não sei se a pegada tem data de antes, ou depois do prémio Nobel da Paz!

13 comentários:

Reaça disse...

Então não deviamos ter orgulho nos diversos papéis do nosso ex-primeiro?

Que brilha sempre onde aparece?

Já quando era pequeno brilhava com grandes tiradas que são históricas.

Ainda hei-de aprender a decifrar hieroglifos, demoro é muito tempo a aprender.

Aprendi a gostar de todos os nossos ex-primeiros, "democraticamente eleitos", mas já gostei mais.

Francisca Palma disse...

Tirou-me as palavras da boca.

Subscrevo totalmente.

Um povo sem memória é um povo sem história e dos fracos não reza a História.

«Roma não paga a traidores»

Anónimo disse...

Deixe-me que lhe diga, Samuel, sem que se ofenda, porque ofender é o que você aqui faz todos os dias e a cada post, menos aos da sua cor, que o Samuel, ainda que não o sendo, comporta-se como um reaccionário da pior espécie. E olhe que estou tão perto do Durão Barroso como Portugal está da Nova Zelândia. Já lho disse e repito: o Samuel, querendo fazer bem, catequizar e arregimentar gente para o seu partido, acaba por afastá-la. Você não imagina o quanto prejudica o seu próprio partido. Páre lá com isso, homem! Ou então seja intelectualmente honesto e escreva sobre o que bem entender sem insultar e mal tratar tudo e todos os que pensam diferente de si. Porque a diferença, Samuel, é uma coisa linda. Ainda ninguém do Comité Central lhe disse para pôr um ponto final e definitivo neste blog? Se eles sabem da sua existência...

Saudações

António Ramos

samuel disse...

António Ramos:

Portanto, se bem entendo, Barroso não abandonou o cargo de primeiro-ministro, não esteve a fazer de anfitrião à cimeira criminosa da guerra ao povo do iraque, etc., etc.

Para quem não tinha nada para dizer sobre o assunto do post… fartou-se de escrever, criatura.

Ainda assim, gostei! Gosto sempre do ar extremoso com que os da sua laia se mostram TÃO PREOCUPADOS COM O PCP… que você chama de meu partido, mesmo que não faça uma puta de uma ideia se eu sou membro do partido ou não.

É que eu acredito mesmo que os da sua laia não dormem… só de pensar que alguma coisa pode prejudicar os comunistas!!!... :-) :-)

E eu é que preciso de ser "intelectualmente honesto!
Tenha lá um pouco de vergonha na cara!

Anónimo disse...

desde a entrega a Barack Obama, acho que já ninguém leva a sério esses prémios, a não ser os laureados (financeiramente)

Pata Negra disse...

Por causa destas e de outras patadas é que o PC não ganha as próximas eleições! Ora, Samuel, essa patada é humana, não é de barrosão! Devias ter colocado uma patada de porco!
Eu até tenho medo de comentar neste blogue! Qualquer dia ainda vou ser identificado como um porco comunistas!
Um abraço anónimo

José disse...

Só ouve uma falha neste post, o não ter sido escrito que o srº Durão Barroso é somente uma marioneta, e foi para Bruxelas por decisão da maçonaria-illuminati.

chico da EMILINHA disse...

Ao constatar o que inegável e efectivamente fez durão barroso, é para mim espantoso que se venha anonimamente tentar baralhar as coisas, como se fosse possível APAGAR A MEMÓRIA.... acho que é mesmo gentinha desta que quotidianamente brada que se perderam os VALORES,,, como se alguma vez os tivessem tido, a acreditar no que li.... para que conste não sou, nem nunca fui do pcp, nem de partido ou coligação alguma... da---seeeeee

Pintassilgo disse...


É triste a preocupação de certa gente a afirmar que nunca foi comunista. É mesmo muito triste!...

Medronheiro disse...


O António Ramos de vez em quando vem aqui masturbar-se.

Antuã disse...


O Durão Barroso é um criminoso em grande escala e o resto é conversa.

Graça Sampaio disse...

Um nojo, esse cherne podre! Oportunista como ele só! Quer dizer, há mais, mas este aproveitou-se bem daquele dia em que foi aos Açores servir os cafés ao Bush e ao Blair!

Olinda disse...

Subscrevo totalmente o post,que ,por sinal,estâ muito leve na sua crîtica ao cherne,Ele ê isso e muito mais,e a maezinha ê ainda pior.

Um abraco