segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Arménio Carlos - A ponta do iceberg


Em nome do sentido de humor e, em casos extremos, da liberdade de expressão, aos humoristas quase tudo é permitido. O diacho é que Arménio Carlos não é um humorista!
Desconheço o enquadramento exacto em que terá proferido a frase de que se fala, referindo-se ao filho da puta do energúmeno da troika que para além dos crimes que vem implementar no nosso país ainda se dá ao desfrute de tecer comentários sobre como o país se deve conduzir e de como os portugueses devem ser governados (eu sei que já devia ter usado pontuação... mas, se o tivesse feito, teria escrito mais não sei quantos insultos ao ≠÷ßæ ‹π„¯±§≠‰æß ¥ æߡ˙©¯ da troika.
Recapitulando, parece que o Arménio Carlos, querendo fazer uma piada com as “prendas” dos “reis magos” e as “prendas” da troika e sabendo-se que um dos “reis magos” era, segundo a lenda, portador de uma pigmentação de pele muito bem capaz de indiciar a sua provável origem africana...  Arménio Carlos, como ia dizendo, não tendo as artes dos humoristas, para embrulhar isto tudo num texto de artísticos sub-entendidos capazes de arrancar um sorriso aos presentes... identificou-o como sendo o “o rei-mago escurinho do FMI”.
“Fez mal!” Arménio Carlos tem, infelizmente, que ter sempre a noção exacta de que dirige uma organização que é profundamente odiada.
Esse ódio pode ver-se nas piadolas, ou ataques cerrados de que foi imediatamente alvo nas redes sociais, em blogues de direita, ou naqueles outros onde existem alguns elementos que exibem um ódio ainda mais cego ao comunismo, à CGTP, ao PCP e, por inerência, a Arménio Carlos... onde se “rasgam as vestes” pela esquerda, mas onde tenho lido as coisas mais tremendas ao logo dos tempos e a propósito de outras situações, coisas que fariam corar alguns autores do “Blasfémias” ou do “31 da armada”. Peças “literárias” mais dignas dos henriques raposos”, dos “ruis ramos”, ou dos albertos gonçalves desta vida.
Passou-se rapidamente ao paroxismo. Um qualquer imbecil, num desses blogues, dada a “ausência de demarcação” de Mário Nogueira, dirigente da FENPROF, presente quando das declarações “racistas” do terrível “estalinista”... já quer mesmo “saber se as nossas escolas estão a ser dirigidas por bandos de racistas”.
Foi uma oportunidade em cheio! Como os porcos, sozinhos, não conseguiram desviar as atenções o suficiente, este deslize involuntário, provocado não por qualquer laivo de racismo (nem os que o acusam acreditam nesse disparate!), mas por uma deficiente construção de uma piada... conseguiu empurrar as razões da manifestação dos professores e as suas lutas para segundo, terceiro, quinto plano.
Uma oportunidade destas, tanto uns, à direita, como os outros, na tal “esquerda”, nunca desperdiçam... e a comunicação social chama-lhe um figo.
Como se vê, a infeliz meia vara de porcos que estorvou um pouco a manifestação... é apenas uma pitoresca ilustração da ponta do gigantesco (e esse realmente porco!) “iceberg” que se move por aí... ameaçador.

Adenda: Para o caso de alguém não ter entendido completamente aquilo que acabo de escrever, quero aqui deixar a minha total solidariedade com o Arménio Carlos... e dizer que assim, à vista desarmada, também me parece que o senhor Abebe Selassié, de entre os três “reis magos” da troika... é o mais escurinho.
Digo-o com o à-vontade de quem, como facilmente se poderá verificar, admira quem quer que seja admirável... seja escurinho, clarinho, amarelinho, vermelhinho, às risquinhas azuis, às pintinhas verdes...

24 comentários:

J Cardoso disse...

Há a excelência do texto, onde é (muito bem) dito tudo o que é preciso dizer sobre o assunto. E no fim há as "etiquetas" (tags)para dar um azimute à leitura.

maia disse...

Quem nunca cometeu erros, que se ponha de pé. Não foi feliz, mas o racismo não tem a ver com a esquerda.
Eu penso que a escuridão daqueles três fascistas é tão grande, de raciocínio, de dignidade, de inteligência, de valores, que houve ali um erro de linguagem. O que a CGTP representa na luta dos trabalhadores, não se altera neste lapso, do qual Arménio Carlos já pediu desculpa.

Jose Rodrigues disse...

A wikipédia diz"pela 1ª vez os EUA elegem um negro para PR".Quer dizer,se o Arménio dissesse o "negro do FMI"estaria desculpado?
Eu acho que ele fez bem em pôr os nomes aos BOIS.O careca é do BCE ou da Comissão Europeia?E o caixa de óculos? Quem souber que diga para eu ficar totalmente informado...

Abraço

José Barros disse...

Nem mais.
Quem procurar encontrar nestas palavras de Arménio Carlos, argumentos de condenação anti-racista, só pode andar á procura de lapsos estéticos na construção (infeliz, mas apenas isso) da frase.
E não há dúvidas: é o mais escurinho deles todos. Não há dúvidas.E se fôr preciso falar de um dos outros, dos "clarinhos", será mais dificil sem referir mais um qualquer subjectivo.Se se disser apenas: um dos "clarinhos",confundem-se, e não se vai saber qual é?
Mas o nome não é "escurinho"?
Eu sei lá se é?
São todos iguais.
São da Troika. Nada os destigue entre eles.

do Zambujal disse...

Ah! não foi o careca?
Ah! não foi o louro?
Foi o mais escurinho?
Só racistas acham que é racismo identificar gente de pele mais escurinha como... os de pele mais escurinha.
Se há coisa que condeno no que o Arménio Carlos é a conotação eventualmente carinhosa que possa ter tido.
Quanto à inadequabilidade política... passo, apesar de ser ininputável!

Um grande abraço

Rogério Pereira disse...

Faltava alguém dizer o que aqui disseste!

Jorge disse...

Careca,loiro e escurinho, é tudo muito escuro!!!

Pata Negra disse...

Olha se ele tivesse dito "dois penteadinhos e uma careca" - a esta hora estaria a ser acusado de tarado sexual!?
Se um sindicalista incomoda muita gente, milhares de professores na rua incomodam muito mais!
Um abraço dum branco - estarei a ser racista ao considerar-me branco???

Jose Rodrigues disse...

Olha o Pata Negra cheio de contradições.Eu que pensava que ele era um porco preto...


Um abraço extensivo ao Rei dos leittões!

Septuagenário disse...

Em Baiano e carioca, nas terras do Chico Buarque, Caetano e Bethânea diz-se "neguinho" "negão", "crioulinho" e "crioulão".

A nossa língua é muito rica.

É preciso saber usá-la!

Antuã disse...


Os da troika são todos muito escuros. E das suas intenções nem se fala!

Anónimo disse...

...os três reis magos do fmi, o filho da puta loiro, o filho da puta careca, e o filho da puta preto!
Assumindo sim, aqui, o meu profundo racismo , mas aos FILHOS DE UMA GRANDE PUTA DO fmi!

Graciete Rietsch disse...

Negrinho, escurinho, branquinho ou vermelho ,laranja , amarelo, são palavras, só palavras. Mas parece que o senso comum já utiliza a palavra negro,escuro e equivalentes para negócios sujos. Por exemplo negócios escuros. Será que o senso comum é racista? E, atenção, que nada disso se pode depreender das palavras de Arménio Carlos a quem presto a minha homenagem pela sua lucidez e coragem.

Um abraço.

Luis Filipe Gomes disse...

A propósito de racismo vou contar uma história que um conhecido meu me contou e que se terá passado no tempo em que Portugal ainda tinha províncias ultramarinas.

Em certa ilha sempre que alguma malfeitoria como o aumento do valor na cobrança de taxas acontecia aos cidadãos comentava-se entre os vizinhos:
"Isso é culpa do Branco que manda na Ilha e leva o dinheiro que tanto nos custa a ganhar".
Se faltava a água:
"Isso é culpa do Branco que manda na Ilha, e não faz represas para guardar a água das chuvas."
Se o barco que vinha uma vez por semana não aportava por mau tempo:
"Isso é culpa do Branco que manda na Ilha, e não reconstroi o ancoradouro." etc. etc.

Um dia este meu conhecido que na altura era recém chegado à ilha acabou por conhecer o Branco que mandava na Ilha. À noite na venda onde os vizinhos se encontravam para beber um refresco e cantar modas perguntou ao ancião proprietário porque razão chamavam Branco ao homem que diziam mandar na Ilha se ele era mais escuro que qualquer um deles.
O respeitável ancião sorriu e respondeu: "Engano seu meu filho, ele é Branco porque é filho de um branco como vós, mas sendo mais preto do que eu sou, consegue ser mais branco do que o pai dele alguma vez foi.

Provoca-me disse...

Eu só quero fazer uma pergunta. O que é que tinha de mal se o Arménio fosse Estalinista?

Provoca-me disse...

E se esses blogues apoiam estes governantes e se estes governantes cortaram a saúde, os subsídios, e estão a matar todos os dias... como podem ser só de direita?

Olinda disse...

Entao,mas o porco da troika,ê preto ou nao ê preto?Estou baralhada,Mudou de cor,sô porque ê da troika assaltante?Se fosse um assaltante da Bela Vista,jâ podia ser preto? Ê assim,preto rico,nao pode ser preto.

Um abraco

Ana disse...

Os reis-magos se acreditarmos na sua existência deram-se ao trabalho de realizar uma viagem para visitar e levar presentes a um recém-nascido que nada tinha. Os que aqui são tratados de reis-magos que mandam no FMI que se apoia nos banqueiros que mandam nos governos que os trabalhadores e os povos contestam não são reis-magos. Pela gigantesca razão de que nas viagens e visitas que nos fazem vêm de mãos vazias e regressam com elas cheias, tão cheias que no meu país há trabalhadores sem trabalho, há trabalhadores que trabalham e não recebem salário, há trabalhadores que recebem salário de miséria; há crianças que se levantam e deitam sem comer e desmaiam de fome nas escolas; há bebés que não aumentam de peso; há reformados e há doentes que não se curam porque não têm dinheiro para os medicamentos; há suicidios; há desmantelamento da indústria; há um imenso mar e tanta, tanta terra abandonada; há imprensa que nos estupidifica; há FMI e a dívida; há o socialismo na gaveta e os responsáveis da chave da gaveta; há os partidos de sempre no governo; há a reescrita da história; há a falta de coragem em votar em partidos que constituam governos de esquerda; mas há a nossa vontade em saírmos para a rua mobilizados pela CGTP-IN porque sabemos que o capitalismo conduz ao fascismo e esse foi o tempo que recusámos em 25 de abril de 1974: quando saímos para as ruas e fizemos do golpe de estado militar a Revolução de Abril! A Revolução que nos deu e garante a liberdade, a democracia, a qualidade de vida com o acesso a bens básicos que só estavam ao alcance dos ricos, a Constituição Portuguesa que nos torna iguais! E é a nossa memória da vivência dum tempo diferente e feliz que não desculpam! E atacam!

Orlando Gonçalves disse...

É sempre a mesma coisa, numa manif com milhares de profs, do que falam não é das suas reivindicações, mas sim do cabrão do preto do fmi. Eles são 3, por isso qual o problema dele ser preto, branco ou café com leite, são os três uma cambada de filhos de uma grande égua. Força Arménio, eles querem é que tu desapareças, mas não, nós não deixamos. Abraçoa.

Luis Nogueira disse...

Desculpa-me Samuel, mas não entendi: o tal moço da troca é ou não escurinho? Foi isso que o Arménio disse, e não que o homem era"um filho da puta de um preto". Se de uma mulher que é loira se diz que é loira, porque não se há-de dizer de uma escurinha, cabrita (tive uma namorada cabrita... que coisa linda!) e era mesmo escurina (pele de açocar queimado). Enrão não posso dizer que o Obama é um preto sacana, duas características que coincidem nele? Quando muito chamem-lhe coconut (preto por fora e branco por dentro.
Acho que são prurídos desses que levam ao raciosmo ou que o põe em circulação. Vocês lembram-me os sionistas: todo o gajo que chamar sionista a um judeu, é logo classificado como... anti-semita.
Depois, será que o Arménio é obrigado a ser daltónico, or dever de oufício? Será que os pintores só podem pintar a uma cor?
Então dos tres reis um não era preto?
Quando o M. Bandeira, num poema de louvação diz "piá branca / escurinha / o riso gutural da raça"? está a insultar a menina?
Black is beutifull! Viva a negritide e deixem de bater com a mão no peito, não se desculpem.

Abraço

Luis Nogueira




Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Sinceramente, não compreendo a razão para tanto alarido à volta de Arménio Carlos.Limitou-se a constatar dois factos e relacioná-los. Dos 3 Reis Magos um é escurinho ( pelo menos foi assim que me ensinaram na catequese) e, entre os Reis Magos da Troika que nos vieram cumular de presentes também há um escurinho. Alguma dúvida? Queriam que ele dissesse o etíope? Também era verdade, mas a relação com os Reis Magos seria mais complexa, porque não sabemos se o escurinho era etíope...
Podia também ter chamado ao Selassié filho da puta, mas isso é o que já lhe chamam milhões de portugueses.
Além do mais, não conhecendo o passado da mãe do c....o do etíope, Arménio Carlos poderia estar a cometer uma injustiça.
Logo, a minha conclusão é simples: Arménio Carlos está a ser condenado na praça pública por ter dito uma verdade. Isso sim, parece-me preocupante!

Anónimo disse...

Sempre nos dizem que gastámos dinheiro mal gasto este tempo todo.
Vendo e ouvindo o tal Selassié, fico sempre com a impressão de que se calhar os 100$ que dei na campanha do LiveAid nos anos 80 para a Etiópia, se calhar foram mal gastos...(pelo menos neste gajo foram).

Anónimo disse...

Não são escuros?! São todos, os da troika mais os do governo e são negros como os tições. Quanto a Arménio Carlos e o que ele representa como dirigente da CGTP no dia 16 de Fevereiro lá estamos a lutar com ele ao nosso lado por um Portugal sem gente como os da Troika!
Vicky

calisto elói disse...

Lamento mas o texto não é excelente!
Porque o conteúdo da oratória com palavras acertadas e certeiras é que não transmitiram.paternalismos e conteúdos politicamente correctos está o papo cheio dos africanistas disfarçados de democratas. escurinho pois claro!é um lacaio do capital. só porque é africano e escurinho já tem que ser apaparicado? para mim é o representante do FMI seja preto, amarelo ou branco. deixemo-nos de paternalismos coloridos.
Por último, objectivamente,o responsável do FMI na troika é escurinho pois claro!É um lacaio do capital, sim! Para mim e não falo em nome de partido algum, é o representante do FMI e portanto um crápula, independentemente da cor da pele que no caso é mais escura que a minha e mais escura também que dos outros dois "reis magos".