quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Cavaco Silva – Igual a si próprio


Cavaco Silva sabe que o ataque do Governo ao Poder Autárquico, para além dos prejuízos que causa a milhares e milhares de cidadãos, vai resultar, quase fatalmente, num acto eleitoral manchado por uma vaga de incertezas, erros, desinteresse, injustiças, boicotes, falta de verdade... tudo ao contrário do que um acto eleitoral deve ser.
Cavaco Silva pode muito bem não ter “chegado lá” por si... mas tem assessores que não são estúpidos. Algum deles lhe há-de ter dito que, para além de prejudicial para a vida democrática do país, para além do empobrecimento da participação dos cidadãos na vida política autárquica, tanto enquanto eleitores como enquanto eleitos... em termos económicos e práticos (o único objectivo do Governo) esta lei é completamente inútil.
Daí, desfazer-se em “preocupadas” recomendações ao Governo, “preocupações” que, evidentemente, não passam de uma farsa. Aquilo que realmente preocupa Cavaco Silva é a anunciada hecatombe do seu partido, um partido hoje identificado, por milhares de eleitores, com os bandidos que governam neste momento... e com os ladrões de que o próprio Cavaco se rodeou para governar no passado. Os assomos de “rebeldia” de alguns autarcas do PSD são uma boa ilustração dessa “preocupação”.
É bem a cara de Aníbal Cavaco Silva!
Promulgar leis prejudiciais ao país... à imagem e semelhança da sua acção política ao longo de décadas.
Promulgar leis inúteis... à imagem e semelhança de si próprio!

11 comentários:

anamar disse...

Passo a saudar-te e às tuas palavras.

Abreijo

O Puma disse...

Mais uma máscara

de carnaval

Espero que chovam relâmpagos

Antuã disse...


Claro que Cavaco já está velhíssimo para mudar.

Jose Rodrigues disse...

As coisas inúteis deitam-se para a lixeira,montureira e/ou ETARs.Este é o futuro histórico de Aníbal, o "papabolos"!A UE militarista entrou em acção em África(Mali,etc.)e o pascácio nem uma palavra.


Abraço

Provoca-me disse...

cidadãos ne vida

camarada falta ali um a e está um e a mais.

abraço. Pedro Marques

Provoca-me disse...

O Marcelo Caetano de hoje. A repressão policial nos anos em que esteve no governo são uma prova disso. E agora estão ai de novo, pois ele e o governo continuam em sintonia, e são todos da mesma laia. A tortura nas prisões ainda não chegou, nem é precisa, eles não se sentem ameaçados. Outra coisa à semelhança de Salazar e Hitler é a matança do povo, veja-se os idosos que morrem diariamente, pobres, e doentes.

Claro que a eliminação das freguesias é mau, aliás é péssimo, ainda no outro dia ouvi alguém que não é do PCP de todo falar que algumas dessas freguesias têm mais 100 anos, e tem um cariz histórico e cultural importantíssimo. Isso é que é ainda mais obsceno, e insultuoso, tal como a pessoa disse, que não sei quem foi. Mas não se pode falar em Democracia quando ela já não existe, é óbvio que elas são essenciais para o pleno direito da Democracia, mas quando ela estiver de novo presente e nas mãos dos portugueses. Até lá, temos que combater este sistema e quem o põe de pé.

Pedro Marques

samuel disse...

Pedro Marques:

Corrigido! :-)

Abraço.

Provoca-me disse...

Porreiro, camarada e boa sorte para o Projecto do centenário do Álvaro Cunhal.

Reaça disse...

Quando uma casa não é habitada, cobrem-se os móveis fecham-se as portas e janelas desligam-se os contadores da luz e a água e arejam-se uma vez por ano, no verão.

Assim será com freguesias e concelhos se houver coragem.

O que duvido!

Graciete Rietsch disse...

As leis promulgadas por este PR e elaboradas nesta AR são não apenas inúteis mas muito prejudiciais!!

Um beijo.

Olinda disse...

Pois ê!...Alguêm deve ter explicado ao reisinho,como se ele tivesse 3 anos,as guerras que compraram com a extincao das freguesias .Talvez o tiro,lhes saia pela culatra.Estamos câ para ver.

Um abraco