quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Mulas – Há-as para todos os gostos...




O destacado “socialista” espanhol e colaborador do FMI, Carlos Mulas Granados, não se poupou no rigor e na dureza, aquando da feitura do relatório encomendado por Passos Coelho ao mesmo FMI, e de que foi coautor, relatório destinado a justificar os cortes de (mais) quatro mil milhões de euros retirados aos bolsos e à vida dos portugueses. Isto, depois de rasgar publicamente as vestes em discursos contra a austeridade...
É nestas alturas que se vê que não é só em Portugal que há gavetas atulhadas de “socialismo”! Adiante...
caballero y nuestro hermano era também presidente de uma treta qualquer chamada “Fundação Ideias”, também ela assaz “socialista”. Ora, como isto tudo está pela hora da morte, o nosso amigo Mulas tratou de inventar uma amiga virtual, Amy Martin, uma “especialista” que assinava por ele resmas de artigos para o site da Fundação. Calculam os restantes dirigentes da dita Fundação (que agora o expulsaram da presidência) que o Mulas tenha, através desta fraude, pago a si próprio qualquer coisa como 50.000 euros da organização.
Pela minha parte, agradeço a notícia. Estas estórias, uma espécie de novas fábulas imorais, são sempre pedagógicas... mas na verdade não havia necessidade!
Nesta altura do “campeonato” já todos temos uma ideia bastante precisa sobre que tipo de canalhas é que pulula nestas organizações. Já temos uma imagem bastante nítida quanto à matéria de são feitos os bandalhos que vêm esticar o dedo a aconselhar baixas de salários, cortes nas indemnizações por despedimento, cortes em pensões de idosos, cortes nos subsídios de desemprego, no acesso ao ensino, à saúde, à cultura...
Estão devidamente identificados. Falta apenas (fazer) chegar a hora, como dizia uma cantiga que cantei muito, antes de Abril, “em que tenhamos ocasião de lhes pagar tanta atenção!”

Adenda:  Afinal, a falcatrua da escritora misteriosa não era para se abotoar, ele próprio, com o dinheiro... mas para pagar à esposa



10 comentários:

Provoca-me disse...

Qual é a música?

Donatien disse...

Lembrou-me logo a "Companhia de Mulas Salazar"...Instituição de grande utilidade.

Antuã disse...


As mulas são muitas.

Anónimo disse...

Calle Ferraz número 70.......

samuel disse...

Provoca-me:

Com a música dos passarinhos… cantava-se:



Os passarinhos tão engraçados
fazem os ninhos com mil cuidados
é prós filhinhos que vão nascer
que os passarinhos os vão fazer

A DGS está entre nós
escuta as queixas da nossa voz
e é aquele que o não parece
o nosso amigo da DGS

A DGS dá-nos de tudo
andar ao coxo e voz ao mudo
dá-nos guarida, dá-nos carinho
e aponta firme no bom caminho

E todos juntos vamos cantar
por esse dia quase a chegar
em que tenhamos ocasião
de lhes pagar tanta atenção.

Provoca-me disse...

Obrigado camarada. Um bom dia e bom fim de semana.

Graciete Rietsch disse...

Nós já sabíamos, mas eles agora lá se vão desmascarando.

Um beijo.

maia disse...

Nasci na Azervadinha, uma aldeia entre o Couço e Coruche, onde as mulas ajudavam os homens na lavoura. Eram amigas do homem. Que pena tenho de ter que me enojar destes "mulas". Bem podiam dar algum descanso às mulas (propriamente ditas) e pôr estes "mulas" a trabalhar como as verdadeiras!

Maria disse...

......... (isto é um suspiro grande)
que cansaço!

Olinda disse...

Sao os valores de direita,no seu melhor.Quando havia censura oficial,nao se sabia,mas existia ,com diferencas resultantes da mudanca dos tempos.Em
España,como aqui,o"socialismo "necessârio ao capitalismo,nao se distingue dos pëpës.

Um abraco