terça-feira, 29 de maio de 2012

Águas de Portugal – Águas furtadas? *


Depois desta verdadeira bojarda, deflagrada na primeira página do jornal “i”, qualquer aumento nos tarifários da água, que seja “menor” que estes fantásticos “760%”, serão bem vindos... e recebidos com suspiros de alívio.
É uma técnica já estafada, esta dos anúncios catastróficos seguidos de desmentidos categóricos e garantias de que tudo não passa de estudos... mas parece que continua a ter adeptos.
Ainda assim... qual virá a ser, na verdade, a envergadura do roubo?
* “Águas Furtadas” - É esta a minha singela proposta para o nome das novas companhias privadas de venda de água.


10 comentários:

Justine disse...

A metodologia continua a enganar demasiada gente. Quando iremos acordar???
Quanto ao nome da empresa, acho-o adequadíssimo!

Graciete Rietsch disse...

Grande nome. "ÁGUAS FURTADAS".
Tanto roubo e tanto medo. Até quando?

Um beijo.

anamar disse...

A loucura....
podiam tabelar pelo meio ou pelo mais baixo....
Mas o roubo é uma instituição...
:((

Manuel Norberto Baptista Forte disse...

Há muito que certamente os Portugueses, se aperceberam que a coligação P.S.D./C.D.S., que sucedeu ao governo P.S., nada tem feito para além que tenham feito sózinhos ou em coligação com o dito partido socialista. Assim sendo, quando bens essenciais e do domínio público (sempre mais barato que o privadoo) são alienados ou estarãp quase a serem doados a estes mesmos, que mais nos poderá acontecer, se os Portugueses não forem eles a porem termo a esta desmanda, e ao furto consequente dos parcos rendimentos da classe mádia baixa que 8práticamente) já não existe? E os desempregados? Os famintos? Apre que é demais e "isto" tem de levar resposta da grossa; certamente que face ao actual não existirão dúvidas. Penso eu de que...

trepadeira disse...

É altura de deixar de pagar,concertadamente,a ver se cortam a água a todos.

Ou então pô-los de molho,bem cobertos.

Um abraço,
mário

Anónimo disse...

junto-me ao coro do comentadores: acho o título um ACHADO! ... infelizmente!! :(

vovómaria

Graça Sampaio disse...

Quando é que saímos para a rua EM FORÇA? Estes fulanos estão a pedi-las!

Provoca-me disse...

Esses capitalistas de merda precisam de ser encostados à parede nem que seja com um metralhadora e bem ameaçadinhos de morte, e uns ossos partidos e tal. Esses cabrões continuam a passar impunes, a gozar connosco, a brincar connosco, e com o mundo, e a natureza e isso não pode continuar.

Antuã disse...

Isto já não vai lá com pezinhos de lã.

do Zambujal disse...

Brilhante a tua sugestão!

Um abraço