domingo, 25 de novembro de 2012

Pi de la Serra – “Se os filhos da puta voassem nunca veríamos o sol!”


“A vida é filha da puta,
a puta é filha da vida
Nunca vi tanto filho da puta
na puta da minha vida!”

Estes versos mal comportados são, quem sabe se erradamente, atribuídos ao Bocage. Se não são dele... a verdade é que sempre se pôs a jeito. Se são, embora não tenham o fino recorte de muita da sua poesia, a verdade é que são muito difíceis de desmentir.
Vieram-me à memória (lembro-me de cada coisa!) a propósito das eleições na Catalunha, do cantautor catalão de Pi de la Serra e de uma das suas velhas canções, que deu título a este post: “Si els fillsde puta volessin no veuríem mai el sol”.
Pi de la Serra vem de longe, está agora a celebrar 50 anos de carreira. Fez o seu caminho, como cantor de intervenção, ombro a ombro com todos os que se destacaram nessa geração fantástica do Zeca, do Adriano, do Paco Ibañes, da Maria del Mar Bonet, do Joan Manuel Serrat... deste foi mesmo colega de escola em miúdo.
Conheci-o em 1976 na primeira Festa do Avante!, na FIL. Encantou-me o seu ar bonancheirão, atento, de humor rápido, irreverente... e a sua forma surpreendente de cantar e tocar a guitarra... só por si, já uma assinalável irreverência.
Na letra, cantada em catalão, Pi de la Serra descreve várias situações de injustiça, exploração e repressão, rematando cada uma delas com um velho ditado popular catalão, a fazer de refrão: “se os filhos da puta voassem, nunca veríamos o sol”.
Felizmente, nada disto se passou... ou passa, entre nós!!!
Aqui fica (com uma tradução para castelhano aqui) , na versão actual e dicado às meninas e meninos que nas antigas escolas da Catalunha eram obrigados a falar exclusivamente o castelhano... chegando mesmo a sofrer castigos corporais se cometessem o “sacrilégio” de falar na sua própria língua, dos seus pais, dos avós...

Bom domingo!
“Si els fills de puta volessin no veuríem mai el sol” – Pi de la Serra
(Pi de la Serra)



6 comentários:

São disse...

Sempre admirei Pi de la Serra.

Esses versos de Bocage(?) já os coloquei no facebook há tempo.

Viva quem luta pela liberdade!

Bom domingo para vós.

Maria disse...

Na FIL? Samuel, não te encontrei lá... como é possível? :-D
Mas vi o Pi de la Serra!
E ontem (sábado) o meu face foi todo catalão com Serrat e Llach, hoje vai ser com o Pi. Pode ser que as cantigas ajudem deste lado de cá.

Bom domingo e até muito breve!
E bom concerto aí!
Abreijos a quem de direito (e de esquerda) ;)

Jorge disse...

Bom post. Se eles voassem, comprava já uma caçadeira!

Graciete Rietsch disse...

Belo post. Bela canção.
Mas gostava de destacar um verso da quadra que apresentas "a puta é filha da vida".

Um beijo.

trepadeira disse...

Pois,por cá não acontece nada disso não voam,pousaram todos na banca,no governo,nas multinacionais,por aí.

Um abraço,
mário

Justine disse...

Que bom ouvi-lo e recordar!
Abraço