domingo, 10 de junho de 2012

Um dia... todos os dias



cada vez que me dices puta
se hace tu cerebro más pequeño
Voy a volverme como el fuego
voy a quemar tus puños de acero
y del morao (roxo) de mis mejillas (maçãs do rosto) sacar valor
para cobrarme las heridas
Que coisa mais certeira se poderia dizer para aqui apresentar esta minha colega espanhola, a cantora/actriz “Bebe”, numa tremenda canção (Malo) contra a violência de género?
O dia contra a violência doméstica , em todas as suas variantes e criminosas combinações, é todos os dias. É hoje!
Bom domingo!
Malo” – Bebe
(Bebe)




4 comentários:

Campista selvagem disse...

O grande "zeca" diria venham mais cinco...

Graciete Rietsch disse...

Linda canção de grande impacto contra a violência de género, neste caso em relação às mulheres,sempre as mais saccrificadas.

Um beijo.

trepadeira disse...

É bem um sinal de quanta bestialidade humana esta sociedade comporta,aceita e tolera.

Ainda não se ultrapassou muito obscurantismo da idade média.

Um abraço,
mário

Justine disse...

Voz espantosa a de Bebe, canção violenta e necessária a "Malo"!
E louvo a tua iniciativa e junto-me ao espírito: todos os dias são dias de luta contra a violência doméstica!
Abraço forte, um sorriso e bom domingo:))