domingo, 3 de fevereiro de 2013

Quatuor Ebène – Alguns minutos de um mundo melhor...


Tocam como tocariam os "deuses"... se estes existissem e, existindo, fossem sensíveis aos encantos da música, tal como (recorrentemente) digo quando me deparo com tais “exemplares”.
São quatro rapazes franceses que podem ser vistos e ouvidos em salas de concerto por todo o mundo, integrados em orquestras, mas, principalmente, na sua formação de excelência, o “Quatuor Ebène”. Pierre Colombet (violino), Gabriel Le Magadure (violino), Mathieu Herzog (viola), Raphaël Merlin (violoncelo).
Escolher uma ou duas interpretações do quarteto, do seu reportório clássico, seria fácil, já que tocam tudo bem. Assim, a opção foi escolher dois vídeos onde se entregam ao seu divertimento preferido: tocar “outras músicas”, ao seu jeito e, já agora, com arranjos fantásticos no seu bom gosto. Claro que a escolha não é simples... já que eles se “divertem” muitas vezes, felizmente!
Apenas dois vídeos então. O primeiro, uma assombrosa versão instrumental de “Come together”, dos Beatles, que nas mãos deles se torna em outra coisa. Uma coisa “maior”! O segundo, uma das suas melhores “traquinices”: aproveitarem o facto de todos cantarem, para fazerem versões mistas de voz e dos instrumentos que tocam. É um arranjo primoroso de uma das suas músicas de infância... e da infância de milhares de outras pessoas de várias gerações, “Someday my prince will come”, da banda sonora da Branca de Neve de Walt Disney... canção velhinha de mais de setenta anos, aqui na versão em francês.
Bom domingo!
“Come together” – Quatuor Ebène
(Lennon/McCartney)


“Someday my prince will come” - Quatuor Ebène
(Larry Morey/Frank Churchil)



8 comentários:

anamar disse...

Maravilha.

Tudo de bom.

:))

augusta disse...

De facto, minutos de um mundo melhor!
Adorei! Adorei adorei adorei!

Com vontade de prolongar estes momentos,
Obrigada, Cantigueiro.
Bom domingo também.

Maria disse...

Não conhecia! E gostei!
Bom domingo.

:)

castrantonio disse...

O meu caro Cantigueiro acerta muitas vezes, mas porra... (com todo o respeito) esta para mim foi mesmo na batatolina...
Obrigado e bom domingo

Anónimo disse...


haja domingos, para surgirem refrescadas destas... e desta qualidade!!! :)

vovómaria

Graciete Rietsch disse...

Que maravilha de combinação de técnica e sons, até da própria voz!!!!
Belos momentos oferecidos pelo Samuel.

Um beijo.

Maria João Brito de Sousa disse...

Tocam divinalmente, caramba!

Justine disse...

Ah Sr. Professor, o que o Sr. me tem ensinado de música nestes últimos anos! Estou um pouco menos analfabeta...