terça-feira, 22 de maio de 2012

Zeca sempre... e ainda outra vez... e sempre que for preciso!




Não anunciei a “performance” previamente para não ficarem a pesar-me na consciência os catastróficos engarrafamentos que isso produziria nas várias entradas de Lisboa... mas na verdade, ontem pelo fim da tarde estive a cantar na Sociedade Portuguesa de Autores, na “Sala Carlos Paredes”.
Tratava-se do “Dia do Autor” e a Cooperativa entregava prémios aos mais antigos trabalhadores da casa e a diversos autores. Dos livros ao cinema, da música ao teatro... e quase tudo o que faz mexer a cultura.
Como os critérios para a atribuição destes prémios e medalhas de honra se cingem ao mérito artístico reconhecido por todos os pares, o meu público de “laureados”, simples amigos e alguns verdadeiros camaradas de “armas”, cobria todos os espectros das sensibilidades políticas... desde Isabel do Carmo a ex-ministros, ou a maestros muuuuito à direita.
Daí ter-me dado tanto prazer aceitar o convite para ali cantar algumas canções do último autor da lista de homenageados do dia: José Afonso.
Daí ter-me dado tanto prazer encerrar o punhado de canções que escolhi, com os “panfletários” Vampiros.
Daí ter-me dado tanto gozo que lá por volta da terceira repetição do refrão, já uma parte do público estivesse a cantar em coro “eles comem tudo, eles comem tudo, eles comem tudo e não deixam nada”.
Alguns, mesmo, com convicção!


13 comentários:

Olinda disse...

Os muuuuito à direita ficaram bem rabiosos. O que é preciso é provocar a malta!
Os Vampiros continuam actualizadíssimos!E quase todas as outras canções do Zeca,mostrando que ele era um génio,quer como músico,quer como poeta.
No blog Praça do Bocage,o M.A.Araújo divulgou outra interpretação extraordinária de músicas do Zeca.

Anónimo disse...

Samuel, a coisa é já bacoca para além de "religiosa". Todos os "santos" têm direito ao culto dos devotos, mas porra, que tal dedicar-se a discorrer sobre coisas terrenas e fazer análises terrenas? Andar sempre à volta dos "nossos" santos torna a coisa funebre! Que tal uma missazita de vez em quando a louvar os nossos heróis, o que é justo, mas nudar um bocadinho os temas? É que isto está uma m... mas tanta ladainha não será de mais? Digo eu!

Anónimo disse...

Estou a aplaudir! Estou radiante! Porque o que é preciso é por esta direita quer queira, quer não queira a pensar um pouco!!!...Se forem capaz!
Zeca com "Os Vampiros" é cada vez mais actual. Decerto não seria esse o seu desejo.
As melhores saudações
Vicky

Provoca-me disse...

Dar-lhes porrada é tão bom.

Maria disse...

O que eu quero mesmo é que não te falte trabalho!!!
E que continues a cantar os Vampiros a essa gente que acaba (sabe-se lá com que dor no peito...) a fazer o coro...

Abreijos.

Graciete Rietsch disse...

Querido amigo
Embora tenha feito uma pequena viagem, quando trgressei não deixei de ler o teu blogue.
É sempre uma delícia ler a ironia e originalidade com que transmites os tristes factos que por aqui vão acontecendo.
Um beijo.

folha seca disse...

Caro Samuel
Não estive lá (isto de viver na Provincia). Mas sei que dignamente cantaste o Zeca. Esteja onde estiver de certeza que gostou de ouvir na tua excelente voz, as suas canções.
Abraço
Rodrigo

trepadeira disse...

Até que se lhe partam os dentes.

Um abraço,
mário

samuel disse...

Anónimo (00:39):

Ó triste coisa anónima!
Se quer que eu mude de temas, porque não me dá, digamos... uma qualquer espécie de incentivo... sei lá:

- Porque não vai bardamerda?
- Porque não vai catar-se?
- Porque não vai lamber sabão?
- Porque não vai dar banho ao cão?
- Porque não vai chatear o Camões?
- Porque não vai ter com o Salazar?


...há, e não sei se já disse...

- VÁ BARDAMERDA!!!

Pense nisso! Assim já é menos ladaínha pra si?

Anónimo disse...

"...que não se pense que estou (estás) decidido a mudar de canções..." :)
dá-lhesssss!!!!!!

vovómaria

Antuã disse...

Por muito que custe a afirmação a muita gente o que é certo é que os vampiros estão activos.

Provoca-me disse...

Coitado do anónimo não pensa.
http://www.youtube.com/watch?v=n6wCt3tzq7Q Esta música é para ti anónimo.

José Carlos Mendes disse...

Samuel!

Tiveste muita piada.
Rimos a bom rir, por aqui...
Por isso, não resisti e... aproveitei para umas gargalhadas de mais uns quantos que me lêem todos os dias:
http://lisboalisboa.blogspot.pt/2012/05/blogger.html